Há post(s) esperando a moderação
Há tópico(s) esperando a moderação

Sennen Joyuu


Páginas (2): 1 2 Próximo »
11 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: I2dSpPa.png]

Ficha técnica:

Título: Sennen Joyuu
Título alternativo: Sinônimo: Chiyoko Millennial Actress, Millenium Actress, Millennium Actress Chiyoko, Sennen Joyuu Chiyoko, Vai Diễn Ngàn Năm, Millennium Actress, Atriz Milenar, Tūkstantmečio aktorė, Aastatuhande näitlejatar, Čijoko, herečka tisíciletí | Japonês: 千年女優 | Abreviatura: Chiyoko
Formato: Filme
Gênero: Ação, Romance, Slice of life
Obra original: Obra originalmente escrita para o anime
Público-alvo da obra original: -
Editora (Label): -
Escrito por: -
Site oficial: http://www.asahi-net.or.jp/~xw7s-kn/
Estúdio: Madhouse
Produtora: Bandai Visual, Genco, Kadokawa Shoten, Klock Worx, WOWOW
Diretor: Kon Satoshi
Supervisor do script: Kon Satoshi
Character designer: Honda Takeshi, Kon Satoshi
Data de estréia: 28/07/2001
Encerramento: "Rotation (Lotus-2)" por Hirasawa Susumu
Maiores informações: [Wikipedia (EN) | Wikipedia (PT) | MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniDB]
Responder
 #2
Quem viu Sennen Joyuu completo:
  1. @Aioros
  2. @Aria-shachou
  3. @ketolow
  4. @LifeCalamity
  5. @Lucius Evola
  6. @manju
  7. @Nami
  8. @Opeth
  9. @PaninoManino
  10. @Sainner
  11. @Spikey
  12. @Strokez
  13. @Zefiris
Responder
 #3
mais um que conta uma história de vida... é o perfeito age coming de toda a fase da vida, pelo que me lembro... bem completa a obra, cheia de coisas, satoshi kon é fantástico... preciso fazer uma review um dia deste.

recomendo para todos, esta é a melhor obra dele na minha opinião e a menos lombrada o que ajuda.
Responder
 #4
Esse filme é 10/10... O final dá uma sensação de satisfação e completude muito grande... 
Segue a mesma linha dos outros do diretor - há um limite muito frágil que separa a ficção da realidade. 

<3
Responder
 #5
Review que escrevi anos atrás:

Fujiwara Chiyoko era uma grande atriz do passado. Agora, décadas mais tarde, ela concorda em se confrontar com um entrevistador e seu operador de câmera para compartilhar sua história de vida, após muitos anos de silêncio. Seu entrevistador, Tachibana, é um fã ferveroso e traz consigo um artigo que ela deixou no estúdio muitos anos antes. Uma chave singular, envelhecida, que destranca memórias a muito esquecidas. Assista a história da vida de Chiyoko, uma realidade que se mescla com seus filmes para assim juntos recontar sua eterna busca pelo seu amor.

Com uma mistura singular de fantasia e realidade, este movie mostra o espectador uma jornada não linear que retrata mil anos de história. A transição dos períodos de tempo, lugares e as facetas da mesma personagem são tão frequentes e naturais que o público pode se sentir confuso se a cena atual aconteceu na vida de Chiyoko ou em um de seus filmes. Entretanto, este longa-metragem cria este obscurecimento entre fantasia e realidade de propósito, porque em suas memórias, as duas vertentes refletem exatamente a mesma coisa. Se o espectador estiver disposto a ter uma mente aberta para com uma narrativa não-tradicional e assim poder aceitar a ambiguidade da situação, a confusão será substituida por deleite; pois toda cena é real em seu próprio modo.

A arte-final e animação é de qualidade e proporciona cenas de ação bem coreografadas. Consequentemente mantendo nosso nível de atenção do começo ao fim; ainda que a trilha sonora tenha seus pontos altos e baixos.

Como ponto fraco a este movie pode ser citado a intrusão cômica de Genya, que repetidas vezes colocava-se ele mesmo nas memórias de Chiyoko, enquanto que Kyoji rolava os olhos de falsa surpresa e fazia algum comentário sarcástico. De inicio é engraçado, mas depressa este fato torna-se tedioso e desnecessário.
Responder
 #6
Gostei bastante do filme quando vi, gostei mais do que de https://anime-forum.info/showthread.php?tid=584.

É um pouco confuso propositalmente em relação à linha temporal mas não é daquelas lombras chatas que o Satoshi Kon faz as vezes.
Responder
 #7
Muito bonito, um dos meus favoritos do Satoshi. Eu considero esse o que tem a história mais elaborada entre os filmes dele. Apesar de Perfect Blue ter um bom desenvolvimento e plot, a história desse filme é mais concreta, te conecta com a personagem principal. Lembro que, enquanto assistia, às vezes pensava estar sendo narrada uma história real, até jogarem algo semi surreal no meio. Recomendadíssimo.
Nami curtiu este post.
Responder
 #8
Nossa esse trabalho me fez dropar de forma errônea Satoshi Kon.

Erronea não por esse filme que considero um dos piores dele se não o pior, mas pelos outros trabalhos foda dele que deixei de ver por conta disso.

E vendo pela sequencia de trabalho deles esse foi junto com o Tokyo a fase ocidentalizada.

Talvez mude de idéia se assistir novamente, mas é pura sessão da tarde e com elementos que definitivamente não admiro nada em animes.
Responder
 #9
(12/11/2017, 09:53)gangrena Escreveu: Erronea não por esse filme que considero um dos piores dele se não o pior

"PUTAQUEPARIU"

Por favor, me explica o que tem de tão ruim nesse filme?
E quais são esses elementos que você "não admira" em animes? Lembrando que anime é apenas o meio, o filme ainda é um filme.
Responder
 #10
Juro que nao entendi esse movie.. =/
Responder
Páginas (2): 1 2 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes