Military Thread - 2017


Tópico em 'Vale tudo' criado por gangrena em 06/01/2017, 13:48.
Páginas (19): 1 2 3 4 5 ... 19 Próximo »
186 respostas neste tópico
 #1
E na calada da noite eis que aparece um novo MBT leve chines:

https://twitter.com/ChinaCommentary/stat...77/photo/1

Icon_eek

Impressionante como a China avança de forma rápida no desenvolvimento militar.
Responder
 #2
(21/01/2017, 15:49)AlekseyK. Escreveu: Excelente trabalho bombardeando países por 5 anos sem fazer um único progresso significativo na luta contra o terrorismo, só agiu ano passado porque era ano de eleição.

Não adianta só bombardear. Tem que ocupar, colocar gente pra ocupar o lugar, e isso o Obama não quis fazer.
Responder
 #3
(21/01/2017, 15:51)rapier Escreveu: Não adianta só bombardear. Tem que ocupar, colocar gente pra ocupar o lugar, e isso o Obama não quis fazer.

Mas segundo ele ocupava ué, aqueles que ele chama de "rebeldes moderados"
Responder
 #4
(21/01/2017, 15:52)AlekseyK. Escreveu: Mas segundo ele ocupava ué, aqueles que ele chama de "rebeldes moderados"

Que depois viram sadan husseins e talebãs HAHA!
Responder
 #5
(06/01/2017, 13:48)gangrena Escreveu: E na calada da noite eis que aparece um novo MBT leve chines:

https://twitter.com/ChinaCommentary/stat...77/photo/1

Icon_eek

Impressionante como a China avança de forma rápida no desenvolvimento militar.

Avança rápido, mas normalmente com qualidade questionável, mas ainda sim impressionante.

@Zefiris pergunta, estes tambores redondos atras do tanque não é tanques de combustível igual antigamente não né?
Responder
 #6
Parece que a China já quer testar o Trump, dizendo que vai aumentar os exercícios militares de sua marinha sem se importar com as "bombas verbais" lançadas pela equipe do Trump.
http://www.reuters.com/article/us-china-...SKBN15602H
(21/01/2017, 16:48)BinSlashBash Escreveu: @Zefiris pergunta, estes tambores redondos atras do tanque não é tanques de combustível igual antigamente não né?

Provável, mas devem ser soltos antes de começar a batalha.
Responder
 #7
Neste começo de ano a China comissionou mais uma corveta Type-56 (totalizando 31 navios dessa classe). O navio fará parte da frota do Mar do Leste (região de Taiwan). Recebeu o nome Ezhou e o número 513:

[Imagem: IPawigK.jpg]

Na semana anterior foi entregue o Kaiyangxing para a frota do Mar do Norte, um Type-815A especializado em missões de inteligência:

[Imagem: b1Y9QFW.jpg]
Responder
 #8
A construção naval chinesa está indo de vento em popa. Ontem entrou em serviço o Xining, quinto destroier Type 52D. Pessoas costumam comparar essa classe de navios ao Arleigh Burke, mas a qualidade deve ser inferior. De certeza é que a quantidade deles e de mísseis carregados é certamente inferior.

 [Imagem: PtxUD0C.jpg]

[Imagem: 8LyS8Iv.jpg]

Os EUA tem 62 Arleigh Burke, com alguns mais em construção ou já em testes no mar.

De todo modo, sobre o Type 52D, aquele singelo canhão na proa é engenharia reversa do AK-130 soviético. A China tinha comprado alguns destroieres soviéticos da classe Sovremenny e essa classe de navios vinha com esse canhão.
Responder
 #9
A mídia russa está falando que a China colocou mísseis DF-41 próximos de sua fronteira:
http://www.interfax.ru/russia/546732

Uma ameaça para a Rússia? Não exatamente. Apenas deixou esse ICBM mais perto dos EUA como se vê pelo Google Earth:

[Imagem: g72uyry.jpg]

Com alcance estimado de até 14.000 km, sua posição agora na provincia de Heilongjiang lhes permite atingir qualquer lugar dos EUA.
Responder
 #10
Os americanos estão fortalecendo seu guarda-chuva para os japoneses. A partir do próximo mês, EUA disponilizará aeronaves E-2D Hawkeye para a base aérea de Iwakuni no Japão. Com o seu radar A/N-APY9, ele tem boa capacidade de rastrear mísseis de cruzeiro e balisticos; mesmo os hipersônicos desenvolvidos pelos chineses, como o DF-21D.
Responder
Páginas (19): 1 2 3 4 5 ... 19 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes