Mugen no Ryvius


Páginas (4): 1 2 3 4 Próximo »
35 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: BENBAGt.jpg]

Ficha técnica:

Título: Mugen no Ryvius
Título alternativo: Sinônimo: Infinite Ryvius | Japonês: 無限のリヴァイアス | Abreviatura: Ryvius
Formato: Série de TV
Gênero: Ficção Científica
Obra original: Obra originalmente escrita para o anime
Público alvo da obra original: -
Editora (Label): -
Escrito por: -
Site oficial: http://www.sunrise-inc.co.jp/ryvius/
Estúdio: Sunrise
Produtora: Sunrise, TV Tokyo
Diretor: Taniguchi Gorou
Supervisor do script: Kuroda Yousuke
Character Design: Hirai Hisashi
Data de estréia: 06/10/1999
Emissora: TV Tokyo
Número de episódios: 26
Abertura: "Dis- (Club Mix Version)" por Arisaka Mika
Encerramento: "Yume wo sugitemo" por Arisaka Mika
Maiores informações: [Wikipedia (EN) | Wikipedia (PT) | MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniDB]
_S4MUR4I_ e Qoppa curtiram este post.
Responder
 #2
Pra quem se interessa por ficção científica e histórias de gente presa em algum lugar, a maioria delas inspiradas no senhor das moscas,  considero ryvius um dos poucos animes bem sucedidos no gênero, muito diferente, por exemplo, de Soul Link. Gosto da ambientação e da forma como a trama é contada, com motivos bem justificados para os personagens serem inexperientes e conduzirem a situação da forma que conduzem. Diferente de outras explorações os personagens têm recursos limitados e precisam criar seu próprio governo em meio ao caos, o que leva a vários problemas. Ryvius também é um caso curioso onde o protagonista é um zé ninguém que faz praticamente nada, próximo de um figurante, mas por algum motivo não é odiável.
Responder
 #3
(03/11/2014, 21:08)Opeth Escreveu: Ryvius também é um caso curioso onde o protagonista é um zé ninguém que faz praticamente nada, próximo de um figurante, mas por algum motivo não é odiável.

Não acho ele odiável, apesar de ele ser emo e o irmão dele ser emo revoltado, mas claro que não acho ele agradável. Ao menos o anime é menos centrado neles do que poderia ser.

(03/11/2014, 21:08)Opeth Escreveu: Gosto da ambientação e da forma como a trama é contada, com motivos bem justificados para os personagens serem inexperientes e conduzirem a situação da forma que conduzem. Diferente de outras explorações os personagens têm recursos limitados e precisam criar seu próprio governo em meio ao caos, o que leva a vários problemas.

Eles testando os sistemas de governo é algo muito foda. Ver como o socialismo falha até em ambientes limitados é muito comédia.
Responder
 #4
(03/11/2014, 21:10)rapier Escreveu: Não acho ele odiável, apesar de ele ser emo e o irmão dele ser emo revoltado, mas claro que não acho ele agradável. Ao menos o anime é menos centrado neles do que poderia ser.

Nenhum dois dois são odiáveis até estarem juntos. As brigas entre os dois cada vez que se encontravam eram Facepalm
Responder
 #5
Tem BD disso?
Responder
 #6
(03/11/2014, 21:16)Raffael Escreveu: Nenhum dois dois são odiáveis até estarem juntos. As brigas entre os dois cada vez que se encontravam eram Facepalm

O problema é que eles ficam juntos mais tempo do que deveriam.

(03/11/2014, 21:17)Ray Escreveu: Tem BD disso?

Não. Só DVD remasterizado.
Responder
 #7
(02/12/2014, 22:04)Heberus Escreveu: To assistindo Mugen no Ryvius, quase acabando, epi 20, bem interessante, mas a cenas dos dois irmãos são muitos chatas, o Yuki reclama do cara tentando fazer alguma coisa, pqp, relação de irmão é bem diferente disso aí Icon_rolleyes

Não tem spoiler no tópico pra quem já viu 20 episódios, então você pode postar aqui.
Responder
 #8
Dos animes que assisti poucos foram os que levaram o seu titulo a risca durante todo o anime.

Acho que dualidade pode ser usada para descrever o anime. Você vê isso no enredo geral, na interações dos personagens e nas respectivas ações individuais onde ele mostra os prós e contras de cada ação ou nos sistemas de governo adotado além de mostra a causa e os efeitos. Nossa o anime descreve bem a sociedade em detalhes interessantes, certamente cada pessoa que assistir ira se vê em algum dos personagens.

Mugen no Ryvius um ciclo infinito em que estamos presos, porém fácil de ser quebrado.

(03/11/2014, 21:08)Opeth Escreveu: Ryvius também é um caso curioso onde o protagonista é um zé ninguém que faz praticamente nada, próximo de um figurante, mas por algum motivo não é odiável.

Como o anime é centrado na interação dos personagens acho que é até correto dizer que o protagonista é a própria Ryvius e todos dentro dela figurantes. 
Responder
 #9
(11/01/2015, 19:11)desparions Escreveu: Como o anime é centrado na interação dos personagens acho que é até correto dizer que o protagonista é a própria Ryvius e todos dentro dela figurantes. 

Que eu me lembre, a Neya fazia parte desse esquema ao ser o reflexo das atitudes dos tripulantes da Ryvius.
Responder
 #10
(11/01/2015, 19:17)rapier Escreveu: Que eu me lembre, a Neya fazia parte desse esquema ao ser o reflexo das atitudes dos tripulantes da Ryvius.

sim, ela tbm mostra de forma subjetiva que era simples resolver problemas/conflitos. 
Responder
Páginas (4): 1 2 3 4 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes