Há post(s) esperando a moderação
Há tópico(s) esperando a moderação

Claymore


Páginas (3): 1 2 3 Próximo »
23 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: j0JG8Zh.png]

Ficha técnica:

Título: Claymore
Título alternativo: Sinônimo: Kureimoa | Japonês: クレイモア
Gêneros: Ação, Fantasia, Mistério, Sobrenatural
Público-alvo da obra: Shounen
Status: 27 volumes (Completo)
Editora: Shueisha
Publicado em: Gekkan Shounen Jump, Jump SQ, Shuukan Shounen Jump
Escrito por: Yagi Norihiro
Desenhado por: Yagi Norihiro
Data de lançamento: 2001


Sinopse Manga Updates:  In a world where monsters called Yoma prey on humans and live among them in disguise, humanity's only hope is a new breed of warrior known as Claymores. Half human, half monster, these silver-eyed slayers possess supernatural strength, but are condemned to fight their savage impulses or lose their humanity completely.
Responder
 #2
Esse foi um dos primeiros mangás que comecei a ler, apesar de ter deixado de lado um bom tempo antes de pegar agora pra terminar de ler. No começo estranhei muito o traço, os rostos e os olhos dos personagens pareciam muito estanhos, talvez porque o primeiro mangá que eu li foi Shigurui que tem o traço muito realista, os cenários também me pareceram muito claros e com poucos detalhes, mas apesar da estranheza no começo me acostumei rápido e comecei a gostar da arte. 

A história é muito boa e o final com certeza supera o do anime. Achei algumas partes um pouco massantes, e isso me fez abandonar o mangá por um tempo. 
Spoiler:  
Quando aparecem a Rafaela e a Luciela.
Mas li aqui no fórum um spoiler sobre o mangá que me fez querer ler o final e valeu a pena. 
Spoiler: Final do mangá  
No final acabei ficando um pouco confusa com tantos abissais aparecendo, se fundindo e toda aquela bagunça, mas achei bem interessante. A volta da Tereza que me fez querer ler o final foi bem explorada, valeu a pena, só achei que exageraram um pouco na auto confiança dela, mas talvez seja porque ela foi criada com as lembranças da Clare, e como uma garotinha que a admirava tanto era de se esperar que a Tereza tivesse essas características um pouco exageradas. Gostei de saber a história da Priscilla, acho que foi bem pensado porque já estava achando chato ela ser apenas um monstro que gostava de matar as pessoas porque sim, dessa maneira deu pra entender o que se passava na cabeça dela e porque ela agia dessa forma esse tempo todo, com as situações horríveis que ela passou, e porque ela se tornou tão forte ao contrário das outras guerreiras que tiveram o sangue e carne dos youmas inseridos nos corpos.
Ficou tudo bem explicado, só achei que isso gerou uma outra coisa, que me incomodou um pouco, que foi a quantidade de conversas e explicações que inseriram no mangá. Talvez alguém que goste mais de luta e não tanto de conversa possa ficar mais incomodado (apesar de ter muita luta). Mas no geral gostei muito, o mangá é um pouquinho longo, mas vale a pena, principalmente pra quem assistiu o anime e quer uma história mais completa e com final mais satisfatório.
Responder
 #3
Quem leu Claymore completo:
  1. @Aioros
  2. @almarakk
  3. @Aretkusu
  4. @Aru
  5. @EviLDemon
  6. @Hickz
  7. @Kira-Sama
  8. @LiefGoku
  9. @llNoNickll
  10. @Lonely
  11. @Metroid
  12. @Opeth
  13. @PaninoManino
  14. @Rowel
  15. @Ton
Aru curtiu este post.
Responder
 #4
Começei a comprar o manga por ter ficado descontente com o final do anime e valeu a pena, até hoje é um dos títulos que mais gosto. Uma das coisas que mais me agrada é que o negócio rende, a cada volume a coisa anda bastante seja com progressão da história ou com explicação das coisas, então mesmo o manga sendo grande não fica cansativo. As lutas são boas, várias personagens são ótimas (Teresa>all) e no fim conseguem explicar as coisas direito fechando bem o assunto relacionado à ilha, apesar de que a questão do mundo como um todo fique em aberto.

Como a @Nessinha comentou, lá mais pro final acontecem algumas coisas que agente torçe o nariz e pensa "será que isso vai prestar..." mas acabou que nunca saiu do controle. É bom que há sempre uma explicação do porquê o povo ficou forte então não há milagres tirados da bunda só pra uma dona derrotar um bicho lá. Algo que achei importante é que quando o negócio começou a crescer demais em relação à força das personagens o manga acabou, evitando assim que a coisa saísse do controle e virasse Dragon Ball.

O autor tem 2 mangas completamentes distintos e ambos são ótimos de modos completamente diferentes (Claymore e Angel Densetsu).
Nessinha curtiu este post.
Responder
 #5
Eu queria continuação de Claymore com outro núcleo, o lance da ilha achei mto bem pensado.
Nessinha curtiu este post.
Responder
 #6
Quando vi anunciarem esse mangá, achei interessante a temática e o estilo do mundo e dos personagens, lendo os primeiros capítulos parecia que ia ser um mangá bom mas só, mas após o primeiro flashback vai do bom para muito bom, muito bom mesmo, gostei bastante do estilo do Yagi Norihiro, os dois mangás que ele escreveu são realmente bons.
Para quem começou acompanhar claymore desde o começo, esperar um capítulo por mês foi difícil, e quando chega a um climax e passa alguns meses com história extra só, foi complicado, mas a espera foi boa, esse mangá compensa muito.
Responder
 #7
É um dos meus mangás favoritos, tanto que ele está no top favoritos do MyAnimeList.
Tive um pé atras com Claymore na época. Tinha tantas pessoas me falando coisas erradas da série; falavam que era yuri, ecchi, que era ruim e etc.

Em 2013, eu decide ler por mim, sem me importar com o que meus amigos iam falar. Fui me apegando aos personagens, fiquei com o coração na mão toda vez que a Clare entrava numa luta.

O que me fez ler o mangá com mais afinco foi
Spoiler:  
A morte inesperada da Teresa. Priscilla sua safadinha, que raiva que fiquei dela na época Rant   

Quera ter tido a chance de comprar o mangá na época Triste E fiquei na espera de um spin off do mangá. Falando sobre os clãs de dragões, a vida do Wesley... Quem sabe um dia tenha mais sobre esta obra. Pelo ao menos o autor continua trabalhando (mesmo que seja em outra obra).
Aru curtiu este post.
Responder
 #8
(29/04/2017, 11:04)Futaba Escreveu: É um dos meus mangás favoritos, tanto que ele está no top favoritos do MyAnimeList.
Tive um pé atras com Claymore na época. Tinha tantas pessoas me falando coisas erradas da série; falavam que era yuri, ecchi, que era ruim e etc.

O povo tava de zoeira só pode.
 
(29/04/2017, 11:04)Futaba Escreveu:
Spoiler:  
A morte inesperada da Teresa. Priscilla sua safadinha, que raiva que fiquei dela na época Rant   

Um dos pricipais motivos que me fez ir atráz do manga foi que eu fazia questão de ver a Priscila morrendo, fiquei com raiva na época e tenho raiva até hoje HAHA!
Responder
 #9
Claymore foi um dos mangás que fiz questão de ter. Eu gosto muito desse tipo de história. O autor não ter medo de escrever e chatiar fã é muito foda kkkkkkkkk
Responder
 #10
Acho Claymore muito bom, tanto o anime quanto o mangá. Eu decidi ler o mangá por ter ficado irritado com o final do anime, e não me arrependi. A história é muito boa e bem explicada (e o final do mangá é bem melhor), eu recomendo a leitura.
Responder
Páginas (3): 1 2 3 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes