Mousou Dairinin

Páginas (4): 1 2 3 4
34 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: nVdaUnM.jpg]

Ficha técnica:

Título: Mousou Dairinin
Título alternativo: Sinônimo: Paranojos Agentas, Paranoya Etmeni, Paranoia Agent | Japonês: 妄想代理人 | Abreviatura: Mousou, PAG, Para Agent
Formato: Série de TV
Gênero: Violência
Obra original: Obra originalmente escrita para o anime
Público-alvo da obra original: -
Editora (Label): -
Escrito por: Kon Satoshi
Site oficial: http://www.mousou.tv/
Estúdio: Madhouse
Produtora: Asmik Ace Entertainment, Geneon Entertainment (USA), Madhouse, Touhoku Shinsha, WOWOW
Diretor: Kon Satoshi
Supervisor do script: Minakami Seishi
Character designer: Andou Masashi
Data de estréia: 03/02/2004
Emissora: WOWOW
Número de episódios: 13
Abertura: "Yumenoshima Shinen Kouen" por Hirasawa Susumu
Encerramento: "Shirogaoka: Maromi no Theme" por Hirasawa Susumu
Maiores informações: [Wikipedia (EN) | Wikipedia (PT) | MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniDB]
Responder
 #2
Vi 4 eps desse anime e dropei por esquecimento, não era ruim, mas não era interessante... aos poucos o anime ia mostrando que o shonen bat meio que "ajudava" as vítimas... mas não vi tudo então não posso falar, eu só lembro que o caso da dona com dupla personalidade foi bem legal, lembrou a lombra de Perfect Blue. A OP era engraçada.

Um dia eu termino.
Responder
 #3
Isso eu comecei a ver, mas dropei num ep. qualquer.
Responder
 #4
A @ketolow já me recomendou esse anime uma quantidade razoável de vezes. Comecei a assistir duas vezes, dropei todas. Não dropei pelo anime ser ruim. É só que como eu tinha outras coisas para assistir, ele parecia ser o menos interessante da lista. ¯\_(ツ)_/¯
Responder
 #5
(19/09/2016, 08:49)Phoenix232 Escreveu: A @ketolow já me recomendou esse anime uma quantidade razoável de vezes. Comecei a assistir duas vezes, dropei todas. Não dropei pelo anime ser ruim. É só que como eu tinha outras coisas para assistir, ele parecia ser o menos interessante da lista. ¯\_(ツ)_/¯

É anime de lombra, certamente existe coisa mais interessante pra ver.
Responder
 #6
(19/09/2016, 08:55)rapier Escreveu: É anime de lombra, certamente existe coisa mais interessante pra ver.

É essencialmente isso mesmo. É o tipo de anime que eu só assistiria todo se não tivesse mais nada para assistir.
Responder
 #7
Anime muito bom mesmo.

Um dos melhores trabalhaos do Satoshi kon
Responder
 #8
Obviamente um dos meus animes preferidos.

Enquanto a história dos personagens principais era contada, seus conflitos explicados e mascarados(ao menos até uma última chamada), dava para sentir suas angústias, seus medos e cobranças. Mas todos se culpavam e eram culpados. Assim como o povo Japonês durante segunda guerra.

O Shounen Bat foi o sujeito de uma metáfora perfeitamente elaborada. Quando os "atacava", todos passavam de culpados à vítimas. Sentiam-se aliviados, como se o peso de suas costas caísse por completo por tudo que já haviam feito. Como se os acontecimentos anteriores valessem nada, ou não existissem. Como em um piscar de olhos, ou em uma explosão, seus mundos revirassem, invertendo seus papéis. E, com isso, toda a atenção era voltada às novas vítimas, priorizadas por uma tragédia. Um Little Boy bastante eficaz. 

Enfim, foi isso que eu entendi. Personagens camuflados, metáforas, referências à segunda guerra, em que o Japão tornou-se uma vítima dos EUA e todo o resto simplesmente fora esquecido. 

Gostei principalmente de como os sentimentos dos personagens eram tão claros e bem colocados, tanto por suas falas quanto pela animação, que mesmo eu, que não sou lá uma das pessoas mais empáticas por aqui, consegui me colocar em seus lugares.
1 usuário curtiu este post: Opeth
Responder
 #9
(20/09/2016, 15:34)ketolow Escreveu: Obviamente um dos meus animes preferidos.

Enquanto a história dos personagens principais era contada, seus conflitos explicados e mascarados(ao menos até uma última chamada), dava para sentir suas angústias, seus medos e cobranças. Mas todos se culpavam e eram culpados. Assim como o povo Japonês durante segunda guerra.

O Shounen Bat foi o sujeito de uma metáfora perfeitamente elaborada. Quando os "atacava", todos passavam de culpados à vítimas. Sentiam-se aliviados, como se o peso de suas costas caísse por completo por tudo que já haviam feito. Como se os acontecimentos anteriores valessem nada, ou não existissem. Como em um piscar de olhos, ou em uma explosão, seus mundos revirassem, invertendo seus papéis. E, com isso, toda a atenção era voltada às novas vítimas, priorizadas por uma tragédia. Um Little Boy bastante eficaz. 

Enfim, foi isso que eu entendi. Personagens camuflados, metáforas, referências à segunda guerra, em que o Japão tornou-se uma vítima dos EUA e todo o resto simplesmente fora esquecido. 

Gostei principalmente de como os sentimentos dos personagens eram tão claros e bem colocados, tanto por suas falas quanto pela animação, que mesmo eu, que não sou lá uma das pessoas mais empáticas por aqui, consegui me colocar em seus lugares.

Bela associação, não vi isso por esse lado e coisas episódicas me torturam, mas é um ponto de vista bem interessante.
Responder
 #10
Quem viu Mousou Dairinin completo:
Pouca gente.
Responder
Páginas (4): 1 2 3 4

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes