Animes/mangás como inspiração


Tópico em 'Discussões gerais' criado por Israfil em 21/11/2015, 22:38.
7 respostas neste tópico
 #1
Primeiramente desculpe se o título não fizer muito sentido, não consegui pensar em nada melhor no momento. A pergunta é: algum de vocês já iniciou uma atividade ou buscou se aprofundar num campo de conhecimento por ter sido inspirado por alguma obra de anime ou mangá? Não precisa ser 100% do motivo obviamente, desde que tenha tido alguma influência em fazer (ou quem sabe até deixar de fazer) algo diferente.

Pessoalmente eu aprendi a jogar Go exclusivamente por causa de Hikaru no Go, e apesar de ter parado por um longo tempo voltei a jogar recentemente. Tenho uma resistência muito grande com xadrez, então shogi nunca conseguiu me atrair muito mesmo aparecendo em várias obras que já acompanhei.

Na lista imaginária de atividades futuras (que eu jamais vou por em prática) está fazer aulas de boxe também, e obviamente ler Hajime no Ippo sempre me faz brincar com a idéia de começar um dia.

Alguém mais com um caso pessoal? Talvez alguém que tenha decidido entrar no mundo do cosplay? Ou simplesmente aprender japonês pra não ficar dependente de subs (por inexistência ou qualidade duvidosa)? Contem suas experiências aí!
Responder
 #2
Comigo foi Blame! do Tsutomu Nihei. Virou meu TCC com título "Cyberpunk na Indústria de Entretenimento".


Foi muito legal ter feito.

Fiz uma pesquisa muito ampla para chegar no tema, passando pela contracultura, tipos de hackers, ciberespaço, cybercultura, tendências tecnológicas, artistas e autores que fizeram parte da concepção do mangá, como Tim Burton, Mc Esher, Beksinski, etc.

Hoje gosto muito de história da arte e filosofia, mas isso eu já estudava antes de ler mangás ou hq´s. O mangá só fez acrescentar.
Responder
 #3
(23/11/2015, 13:07)Killy Escreveu: Comigo foi Blame! do Tsutomu Nihei. Virou meu TCC com título "Cyberpunk na Indústria de Entretenimento".


Foi muito legal ter feito.

Fiz uma pesquisa muito ampla para chegar no tema, passando pela contracultura, tipos de hackers, ciberespaço, cybercultura, tendências tecnológicas, artistas e autores que fizeram parte da concepção do mangá, como Tim Burton, Mc Esher, Beksinski, etc.

Hoje gosto muito de história da arte e filosofia, mas isso eu já estudava antes de ler mangás ou hq´s. O mangá só fez acrescentar.

Meu memorial cita SAO e .hack//sign mas achei suficiente só falar que eles existiam HAHA!
Responder
 #4
Estava aprendendo a desenhar por causa de animes/mangás, queria dar vida aos personagens que criei, mas é muito trabalhoso então acabei desistindo.

Um tempo atrás eu tive que fazer um trabalho em grupo para entregar no curso técnico, tinha que desenhar um site e fazer um vídeo explicando cada menu dele, mas tinha que ser um inventado por você e não que já existe, daí eu e meus amigos que também curtem animes/mangás fizemos uma página de animes. Foi bem complicado, ainda mais para mim que fiquei com o trabalho de desenhar toda a página, ainda lembro que fui obrigado a pegar Soul Eater como referência porque meus amigos gostavam, mas não foi tão ruim já que os traços são simples.

Também já criei personagens e a sua história para vários animes, mas isso foi para usar como referência em RPG de mesa já que eu jogava bastante antes.

Pensei em desenhar mangá, queria fazer apenas 1 capítulo já que tenho o começo da história em mente... bom eu ainda lembro a história, mas desisti de desenhar assim que comecei a fazer os quadros. HAHA!

Tive vontade de jogar basquete por causa de Kuroko no Basket, mas isso fica na lista imaginária mesmo.
Responder
 #5
(23/11/2015, 13:07)Killy Escreveu: Comigo foi Blame! do Tsutomu Nihei. Virou meu TCC com título "Cyberpunk na Indústria de Entretenimento".

Isso parece bem interessante, mas tem muitas obras japonesas com essa temática?

(24/11/2015, 00:47)Ray Escreveu: Pensei em desenhar mangá, queria fazer apenas 1 capítulo já que tenho o começo da história em mente... bom eu ainda lembro a história, mas desisti de desenhar assim que comecei a fazer os quadros.

Ah eu tenho muita inveja das pessoas que conseguem criar obras. Infelizmente me falta tudo, da criatividade até as habilidades técnicas... Vai ser meu projeto quando alcançar crise de meia idade XD
Responder
 #6
(25/11/2015, 00:15)Israfil Escreveu: Ah eu tenho muita inveja das pessoas que conseguem criar obras. Infelizmente me falta tudo, da criatividade até as habilidades técnicas... Vai ser meu projeto quando alcançar crise de meia idade XD

Acredito que você consiga fazer uma história melhor que a minha. Eu não penso em nada complexo, somente em coisas simples.
Provavelmente um profissional acharia muitos buracos na minha história. HAHA!
Responder
 #7
(25/11/2015, 00:15)Israfil Escreveu: Isso parece bem interessante, mas tem muitas obras japonesas com essa temática?

Tem GITS, Akira, Lain, Ergo Proxy, Psycho Pass, Gunm, Bubblegum Crisis, Police Tank, Appleseed, Evangelion, Metropolis, Summer Wars (pós-cyberpunk), etc.
Responder
 #8
Tópico interessante.
Eu comecei a desenhar após ter contato com Dragon Ball, após isso eu comecei a desenhar usando como referência algumas revistas antigas de notícias de animes, como Anime>DO, eu via todos aqueles animes e ficava com uma curiosidade imensa de saber como era assistir cada um, rs. Acredito que as vezes dá pra extrair algo de bom de alguns personagens, sejam em animes, filmes ou livros, alguns traços de personalidade ou atitudes interessantes.
Vários animes me inspiraram a praticar algumas atividades, algumas nem chegaram a sair do papel, Jogava Yu-gi-oh! (substitui por MTG). Agora eu estou assistindo Hajime no ippo, e me dá um pique danado quando vou treinar na academia, tenho inclusive algumas musicas no celular pra dar um gás. hehehe
Responder

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes