Shigatsu wa Kimi no Uso


Tópico em '2014' criado por martec em 21/03/2014, 11:02.
Páginas (30): « Anterior 1 ... 26 27 28 29 30
299 respostas neste tópico
 #291
(31/07/2017, 21:22)firms Escreveu: Nossa se shigatsu é tão ruim assim, por favor, me recomendem um anime com bom romance e drama pra eu ver.
Se não tiver uma cena no nível da carta e da resolução do passado dele com a mãe, eu não quero ver

Não é "tão ruim assim" só não é um tipo de anime que agraça à maioria aqui no forum.
Responder
 #292
(31/07/2017, 21:22)firms Escreveu: Nossa se shigatsu é tão ruim assim, por favor, me recomendem um anime com bom romance e drama pra eu ver.
Se não tiver uma cena no nível da carta e da resolução do passado dele com a mãe, eu não quero ver

Já viste White Album? eu considero melhor por ser mais realista e não partir pro melodrama. O pessoal chora, lamenta.. mas levanta a kbça e bola pra frente. Martec odeia aki no forum pq tem personagens fdp, mas pra mim é até um atrativo.

Shigatsu seria melhor se fosse de 13 episodios, acho desastroso o miolo q fica remoendo o passado, nessa parte eu já tava jogando o monitor pela janela.
Responder
 #293
Romance não teve, foi laços de amizade. Só tinha drama em cima de drama, um anime com tantos episódios assim, pelo menos um beijinho cara, UMMM.
Responder
 #294
Além da arte e trilha sonora, gostei das intenções da Kaori, foi interessante. Lembro vagamente do anime, mas esses pontos foram destaques e prenderam minha atenção na época.
Responder
 #295
(31/07/2017, 22:12)Befire Escreveu: Romance não teve, foi laços de amizade. Só tinha drama em cima de drama, um anime com tantos episódios assim, pelo menos um beijinho cara, UMMM.

Ah se vc analisar metade da vida dela foi um romance com ele, só que ele não sabia kkkkkkk
É de se entender a parte dela, ela sabia que ia morrer e não queria marcar a vida dele (isso no começo), mas depois ela foi se deixando levar. Beijinho todo romance deve ter, isso eu concordo!
Befire curtiu este post.
Responder
 #296
(31/07/2017, 22:21)firms Escreveu: Ah se vc analisar metade da vida dela foi um romance com ele, só que ele não sabia kkkkkkk

É por isso que tenho raiva. Chorei com a morte dela e tive raiva eterna do palhaço boboca
Responder
 #297
(31/07/2017, 22:23)Befire Escreveu: É por isso que tenho raiva. Chorei com a morte dela e tive raiva eterna do palhaço boboca

Imagine então o tanto que ele chorou kkkk, a mina linda, talentosa e maravilhosa gostou dele a vida toda e ele não sabia, no fim ela morre e ele nem um beijo nela deu.
Confesso que o roteiro deixou ele bem "panguão" a ponto de não perceber que ela gostava dele(ela só andava com ele), mas isso é coisa de anime e já estamos mais que acostumados, virou formula dos romances.
Befire curtiu este post.
Responder
 #298
O anime é visualmente muito bonito, muito bem feito. A OST é ótima, nível Nodame Cantabile. Quanto à história, a melhor parte para mim foi a dos concursos. A melhor personagem foi a Tsubaki. Gostava também da outra pianista, acho que chamava-se Emi. Quanto à Kaori, não gostei dela. Não gostei dela nem do casal. O relacionamento deles não me cativou em nenhum momento, de forma que eu não consegui ficar sentido no final. Também a doença dela foi meio esquisita, e teve momentos esquisitos como ela caída no corredor do hospital que estava um breu. Que hospital fica só o breu sem ninguém observando pacientes com doenças graves?

O anime tinha "nota de partida" 10, mas perdeu na história principal e personagens, ficou com 8 pelo visual, pela OST e as partes dos concursos.
Responder
 #299
Lembrei de Shigatsu e vim aqui ver o que eu tinha comentado, e está faltando o início e o final dos comentários. Lembrei que eu assisti comentando mais no tuíter, muito comentário revelante ficou lá.
Como encontrei vou deixar aqui um comentário que é importante sobre minha experiência de assistir ao anime, porque por ser um anime musical é comum elogiarem a série, seu uso de música, as emoções que elas trazem, etc, e Shigatsu me decepcionou um pouco pela forma como escolheu a apresentou as músicas que os personagens tocam.

https://twitter.com/Paninodesu/status/76...28/photo/1

Que grande decepção essa interpretação da "Revolucionária".
A execução em si não teve destaque que eu pudesse notar, isso pelo pouco que pude ouvir durante toda a cena. Shigatsu insiste em reservar as apresentações para mostrar flashbacks e comentários ruidosos, não deixando ouvir e forçando a opinião dos personagens sobre os sentimentos e significados das interpretações.
E não gostei dessas opiniões.
A série poderia usar o contexto histórico das composições para traçar paralelos com os personagens da história.
Exemplo, o Takeshi insistiu até o último minuto em ver o Arima como um grande rival mas não deu certo, no corredor ele foi obrigado a abandonar essa noção e aceitar uma nova visão totalmente diferente do Arima. Como isso se transmite para a interpretação dele?
Quando Chopin compôs essa peça ele estava "revoltado". A Polônia não existia mais fazia décadas, humilhada e dividida entre os vizinhos, o fiapo de identidade nacional que ainda restava aos poloneses estava no Ducado de Varsóvia. Veio o Levante de Novembro (curiosamente essa apresentação ocorre por volta do mesmo mês) onde militares tentam se unir com outras forças vizinhas para enfrentar o Império Russo e parecia que ia dar certo, que eles iriam conseguir e o estado polonês tinha uma chance de voltar a existir, apenas para serem novamente humilhados, ainda mais. Não custa muito esforço para projetar isso para a história de Shigatsu, com o Takeshi insistindo em algo e sendo negado. Mas Shigatsu não tem nada disso, você tem mais a versão dos fatos pelos espectadores do que dos próprios personagens que estão vivendo a situação. Todo mundo entende o outro melhor do que ele mesmo através do som do piano.

https://twitter.com/Paninodesu/status/76...64/photo/1
Adeus, Polônia.
Demetrius e Befire curtiram este post.
Responder
 #300
Belíssima animação, OST, as músicas clássicas também. Foi muito bom de assistir.

Porém, a história poderia ser muito melhor. Sinto como se o mangaká fosse novato para criar histórias de drama, comédia e romance escolar. Muitas cenas tem comédia fora de hora, quebrando bruscamente o momento que era para ser puramente dramático.
Havia muitas cenas de drama desnecessárias, como por exemplo quando o Kousei com o amigo dele foram visitar a Kaori no hospital, mas ela estava tendo algum ataque e a enfermeira expulsa os dois. Forçaram drama e por isso não me emocionei.
Outro erro para mim foi a Kaori ter um dia fora do hospital para ir à escola. Que hospital libera um paciente com doença grave por um dia e para andar sozinha por aí??
E quando ela cai no corredor do hospital desesperada. Sozinha e no total breu. Que hospital é esse? E essa doença dela também não me convenceu.
Não há o suficiente para nos afeiçoarmos com Kaori, pois o desenvolvimento dela só é nas últimas cenas do último episódio. A amiga de infância do Kousei se saiu bem melhor que ela.

Um anime muito bom e seria nota 10 se não fosse por esses motivos.
Responder
Páginas (30): « Anterior 1 ... 26 27 28 29 30

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes