Há post(s) esperando a moderação
Há tópico(s) esperando a moderação

Jormungand: Perfect Order


Tópico em '2012 ~ 2013' criado por rapier em 29/07/2015, 21:01.
Páginas (3): « Anterior 1 2 3 Próximo »
20 respostas neste tópico
 #11
(29/01/2017, 10:16)Oiacz Escreveu: @rapier não assistiu? Eu acho esse anime a versão que presta de Black Lagoon
Mas bem, não sei se tu gostaria de qualquer forma...

Não vi porque o protagonista era um cara esquisito que parecia querer comer um pivete.
Responder
 #12
(29/01/2017, 10:18)rapier Escreveu: Não vi porque o protagonista era um cara esquisito que parecia querer comer um pivete.

Ela é pedófila. HAHA!
Responder
 #13
(29/01/2017, 10:18)rapier Escreveu: Não vi porque o protagonista era um cara esquisito que parecia querer comer um pivete.

a protagonista  HAHA!  era bem estranha ehueheuheu
Responder
 #14
(29/01/2017, 18:12)RodrigoFbi Escreveu: a protagonista  HAHA!  era bem estranha ehueheuheu

E é mulher? Achei que fosse o Coringa japa sem maquiagem.
RodrigoFbi curtiu este post.
Responder
 #15
Esse anime é muito ruim.
Responder
 #16
Boas cenas de ação e bons protagonistas, onde a fachada sempre sorridente da Koko se equilibra bem com seu interior frio e corrupto, representando uma inversão interessante para o exterior frio e sem emoções de Jonah que esconde um coração otimista e atencioso.

E isso é basicamente tudo que há para elogiar de uma série que não sabe exatamente para onde quer ir.
gangrena curtiu este post.
Responder
 #17
Foi um anime legal, mas não gostaria de ver outra vez.
Responder
 #18
Música boa, trama boa , koko
Veria de novo.
Responder
 #19
(13/03/2017, 17:31)Zefiris Escreveu: Boas cenas de ação e bons protagonistas, onde a fachada sempre sorridente da Koko se equilibra bem com seu interior frio e corrupto, representando uma inversão interessante para o exterior frio e sem emoções de Jonah que esconde um coração otimista e atencioso.

E isso é basicamente tudo que há para elogiar de uma série que não sabe exatamente para onde quer ir.

Resumo perfeito do que foi o anime, não tem muito o que adicionar. A sensação pra quem assiste é que realmente o autor se perdeu no que queria mostrar.

Mas apesar de tudo, foi um bom anime, os personagens eram bons, vc se apegava fácil a eles. As interações da Koko com o Jonah eram as melhores pra mim.
Responder
 #20
Anime que acompanha a rotina de uma vendedora e traficante de armas, Koko Hekmatyar e sua equipe (que são mais guarda-costas).

Do plot, bastante ação e aventura: viagens à todos os países que tem guerra (para a venda de armas), explosões, tiroteios com bandidos/assassinos/outros traficantes de armas, negociações que envolvem sagacidade e temperado com o bom humor da Koko (e de sua equipe também ás vezes). Vira e volta, o anime aborda a contradição e o dilema moral entre os governos manterem a paz, mas precisarem de "mercadores da morte" para assegurá-la; meio que usa a mesma abordagem do filme "O Senhor das Armas". Que aliás, não é forçar muito se afirmar que Jormungand é meio que a versão anime desse filme, já que os dois contam uma estória fictícia, acompanhando a rotina diária de um vendedor de armas, e finalizando os dois com o mesmo dilema moral.



Spoiler:  
[Imagem: UGrcupn.jpg]

[Imagem: AqgQwY8.jpg]

[Imagem: 1x3DQkb.jpg]

[Imagem: Uq5ejsj.jpg]

[Imagem: erZbw2Y.jpg]

[Imagem: eaJelSx.jpg]


Ao final do anime, há um plot twist, aonde se aborda com mais ênfase esse dilema moral. Se trabalha em cima das crenças de Jonah e da Koko, que conflitam com suas profissões; e também com o fato exposto por todo o anime, ao fazer um tour por uma boa parte das guerras do mundo todo: aonde há discordância de 2 ou mais ideías ou interesses, há o conflito. Aonde há conflito, há guerra. Aonde há guerra, há demanda por armas. E aonde há demanda por armas, há o comerciante de armas, que cria a oferta delas. Desse fato, o anime trabalha com a seguinte pergunta:
  • Há alguma forma de criar um tipo de "paz perpétua"; ou deve se aceitar que o conflito é uma característica permanente da natureza humana e, portanto, deve-se aceitar o mercador de armas como um "mal necessário"?

Para quem procura os gêneros de ação e aventura, e com algumas pinceladas "filosóficas", recomendável.

Pessoalmente, gostei bastante.
Responder
Páginas (3): « Anterior 1 2 3 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes